Archive for: setembro, 2015

Fuja da Crise com o Coaching

Em agosto de 1945 as cidades de Hiroshima e Nagasaki, receberam duas bombas que devastaram-nas, deixando milhares de mortos e feridos. Estima-se que este foi o maior número de gente morta em menos tempo. Aquelas bombas destruíram não só fisicamente as cidades, mas abalou psicologicamente todo um país. Podemos dizer que eles passaram por uma verdadeira crise.

Como você se sente quando fala de crise, sabendo que houve um país que foi realmente devastado? E, pensa comigo, se o Japão hoje é considerado uma das maiores potências do mundo, o que realmente eles fizeram que o tiraram do zero para chegarem onde estão hoje, além da intervenção dos Estados Unidos?

Os chineses têm uma máxima de que é nos momentos de crise que surgem as oportunidades. Isso porque é exatamente na crise que somos obrigados a revisitar nossos sistemas, nossos valores e reinventarmo-nos para que possamos superar os momentos temporários da crise. Nesta redescoberta, muitas vezes, temos tantos insights novos, que nos perguntamos: “Por que eu não fiz isso antes?”

Vamos falar abertamente? A grande mídia por exemplo, que veicula o tempo todo o assunto crise econômica e crise política, está em crise? Quanto mais tempos passamos em frente à televisão, mais consumimos os produtos e serviços dos patrocinadores! E adivinhem!? Eles estão ficando cada vez mais ricos!

O objetivo aqui é trazer uma reflexão, não discutir economia ou política. O país está atravessando uma crise, você estar em crise é uma opção.

O país está atravessando uma crise, você estar em crise é uma opção.

ALGUMAS DESCULPAS QUE MAIS OUÇO…

A Crise me alcançou e eu fui demitido e não consigo um novo emprego!
Dica do Coach: De todo o conhecimento e habilidades que você adquiriu ao longo da sua vida, se pudessem te gerar dinheiro, quais conhecimentos e habilidades seriam essas?

Eu tenho um bom dinheiro guardado, com a crise e a inflação, o meu dinheiro está se deteriorando!
Dica do Coach: Quais outras alternativas de investimento existem que, se você optar por uma delas, poderia proteger o seu dinheiro e ainda gerar algum retorno para aumentar seu patrimônio?

Eu não aguento mais trabalhar na minha empresa, quero mudar, mas estou com medo da crise…
Dica do Coach: Quais são as oportunidades que existem no mercado? Se você fosse o profissional ideal, o que você teria que facilitaria a sua entrada na empresa dos seus sonhos?

Quando se está doente, procura-se um médico. Com problemas psicológicos, procura-se psicólogos. Agora, se você tem medo, está com dificuldade de traçar uma estratégia para atingir estes resultados, precisa melhorar suas atitudes mentais, adivinha quem você vai procurar? :-) Eis-me aqui à sua disposição para ajudar você a vencer!

Entre em contato, não se permita mais procrastinar, tenha coragem para sair da zona de conforto. É na crise que aparecem as grandes oportunidades!

Veja o depoimento de alguns clientes. Clique aqui.

Ramon Barbosa
Coach de Alta Performance
www.ramonbarbosa.com.br

Quero me tornar Gerente de Projetos!

liderança

Durante minha carreira em Desenvolvimento de Sistemas, sempre encontrei pessoas que são ambiciosas. Desejam realmente crescer! Conheço muita gente que ascendeu rapidamente de estagiário para programador, analista de sistemas, analista de requisitos, arquiteto de soluções… Alguns, que possuem mais interesse para a área de gestão, muitas vezes sentem-se estagnados e sem o ferramental necessário para começar a trabalhar como Líder ou Gerente de Projetos.

Quando isso acontece, os colegas e o mercado logo o direcionam para realizarem uma pós-graduação em gerenciamento de projetos ou uma ou várias certificações. Isso é realmente muito importante e de fato é um passo no crescimento, mas eu tenho dúvidas se este é realmente o primeiro passo a ser seguido. Explico…

Não raro encontro no mercado de trabalho grandes profissionais, analistas de sistemas ou de requisitos que ascenderam ao cargo de gestão de projetos e, logo depois decidiram voltar para analistas. Alguns voltaram por iniciativa própria, outros, por livre e espontânea pressão – foram demitidos!

Estes profissionais, quando arguidos sobre a sua capacidade técnica, passeiam facilmente por toda a teoria, muitos dominam a prática, e muito bem! Passaram com CR altíssimo na Pós-Graduação ou com um Score igualmente alto na certificação. Aí é que paira a grande questão: Porque eles não conseguiram se manter na profissão Gerente de Projetos?

Numa formação em Gerenciamento de Projetos, já falamos no último artigo, que você vai ser capacitado para dominar toda a parte técnica – e só isso! As formações ensinam a parte técnica (hard skills), eles sempre alertam que existe um outro lado do gerente de projetos que não é o foco deles. Eu estou falando dos soft skills.

Voltando à questão dos passos para chegar no cargo de Gerente de Projetos… eu que desde 2006 atuo em posições de gestão de pessoas e projetos, tenho bastante autoridade para te dizer que, a coisa mais importante que você precisa desenvolver PRIMEIRO é VOC? MESMO!

Sua faculdade, pós-graduação ou curso de formação não te prepararam enquanto indivíduo para estar na posição de Gerente de Projetos. Ser Gerente de Projetos é muito mais do que dominar ferramentas e técnicas, processos e atividades. Ser Gerente de Projetos é ser um ser humano melhor. E você deve me perguntar: como assim?

Gostar de gente, ter uma excelente capacidade de comunicação, ter inteligência emocional, saber ouvir, negociar, inspirar, motivar, persuadir, ser facilitador, servidor, resolvedor de problemas… enfim, ser líder.

Existem milhares de livros que falam sobre o que é ser um líder. Mas nenhum deles vai te fazer líder, desculpe desampontá-lo(a). São apenas teorias. Você só se tornará líder se você passar por um processo de transformação pessoal, que até pode conseguir sozinho, mas com a ajuda de um coach você chegará lá muito mais rápido!

“Você só se tornará um líder se você passar por um processo de transformação pessoal

Então, quando você começar a desenvolver suas habilidades comportamentais, ao mesmo tempo trabalhando a sua formação para se tornar Gerente de Projetos, você vai chegar lá com louvor!

Quanto mais de tempo e dinheiro você quer perder fazendo aquilo que não vai te ajudar a chegar lá?

Se você não está interessado em mudar o seu futuro e atingir os resultados que quer para sua carreira, não entre em contato comigo. Eu só estou comprometido em ajudar aqueles que realmente desejam ardentemente serem pessoas de sucesso! Quero trabalhar com os vencedores!

Eu ainda tenho poucas vagas disponíveis na minha agenda para atender você, que quer se destacar como profissional no mercado e ser um vencedor. Se é do seu interesse, entre em contato agora mesmo! Você vai ter não só sua carreira transformada, mas sua vida mais plena e feliz!

Agende agora mesmo a sua primeira sessão rumo ao seu sucesso – sem compromisso. Clique aqui.

PS: As sessões podem ser feitas presencialmente ou via Skype.

Grande abraço,

Ramon Barbosa
Life & Career Coach
www.ramonbarbosa.com.br

Coaching para Gerente de Projetos

gerente de projetos

A profissão Gerente de Projetos tem sido cada vez mais cobiçada nas diversas áreas de conhecimento. Com grande popularidade na área de Tecnologia da Informação, muitos profissionais aspiram por alcançar esta posição, seja pelo prestígio que ela te trás, pelos resultados que proporcionam para a empresa, pelos bons salários que muitas empresas pagam…

Quando observam um Gerente de Projetos em ação, alguns incautos acreditam ser uma profissão fácil, afinal é só redigir um plano de projeto, montar um cronograma, redigir o escopo e descer a chibata nos profissionais para que seja tudo realizado dentro do prazo, custo e qualidade desejados pelo cliente. Qualquer pessoa com boas habilidades com números, planilhas eletrônicas e um português decente para redigir um bom e-mail, pode se achar capaz de ser um Gerente de Projetos espetacular. Isso é parcialmente verdade!

Para ser Gerente de Projetos existem duas habilidades que precisamos dominar:

Hard Skills, que são aquelas habilidades técnicas. ? o domínio das ferramentas que a disciplina Gestão de Projetos exige para saber planejar, controlar, mensurar, etc. Podemos citar aqui a elaboração de um plano de projetos, cronograma, controle de custos, análise de riscos, problemas, e muitas outras. Essas habilidades são adquiridas através de um curso. No curso você vai aprender todas as ferramentas e técnicas necessárias para lidar com o projeto em si.

Soft Skills, são as outras habilidades que estão ligadas ao comportamento do Gerente de Projetos. Essas habilidades não se aprende em uma pós-graduação, MBA, formação em Gerenciamento de Projetos. Essa é mais intrínseca, é deep. Essas habilidades estão ligadas ao relacionamento consigo mesmo, com a equipe, com superiores, com os clientes. Algumas pessoas já possuem excelentes habilidades de relacionamento de berço. Outros precisam desenvolver. E essa é a boa notícia – tudo se aprende!

Sem Soft Skills, qualquer Gerente de Projeto não dura 1 ano numa empresa. Partindo-se do princípio que o projeto em si existe para resolver um problema, há pessoas com interesses distintos muitas vezes, expectativas diferentes dentro e fora da empresa, você está no meio de tudo isso e precisa gerenciar todas as expectativas em prol do sucesso do projeto. Imagina se o Gerente fica só preocupado em cuidar da papelada? Imagina que ele seja uma pessoa de difícil trato com a equipe, com o patrocinador do projeto… é a morte!

E onde entra o Coaching?

O Coaching vai te ajudar a estabelecer o foco, a disciplina, o prazo e a atitude mental para você conseguir não só adquirir as hard skills necessárias, mas, principalmente, para desenvolver em você as soft skills que você precisa para ser um Gerente de Projetos de Excelência.

Eu quero que você se imagine nessa posição. Pense nos seus projetos atingindo o sucesso, sua equipe trabalhando com você, seus superiores te elogiando, os clientes falando bem do seu trabalho. Querer, imaginar-se, ter a certeza de que você vai conseguir. Como você vai se sentir quando chegar lá? Como vai estar seu contra-cheque? O que você vai poder realizar com esse novo salário? Sua família, como reage?

Vamos tornar esta visualização uma realidade? Dê um primeiro passo. Entre em contato, vamos agendar a sua primeira sessão para te colocar um passo à frente da grande maioria que quer ser Gerente de Projetos sem qualquer preparação. Você vai investir não só nas suas hard skills, mas na soft skills.

Quanto vale pra você ser um Gerente de Projetos de Excelência? Pense que este é o maior projeto da sua vida. ? neste projeto que você tem que investir, porque o Gerente deste projeto, se não der conta, não dá para substituir. Ninguém vai investir no projeto da sua carreira e da sua vida se não for você mesmo.

Este é um passo que não é qualquer um que tem coragem de dar. Para atingir novos resultados, é preciso realizar ações novas.

Quanto tempo mais você quer esperar para se tornar Gerente de Projetos Excelente e poder ter a satisfação, a realização que você tanto sonha?

Ou você prefere ver o tempo passar e amargar a angústia e a frustração de não ter investido em você?

Vamos investir na sua carreira.

Grande Abraço,

Ramon Barbosa
Life & Career Coach
www.ramonbarbosa.com.br

Quando eu preciso de um Coach?

Aquele cargo acima do seu está aberto e ele exige uma série de novos conhecimentos, habilidades e competências e você deseja ocupá-lo, mas ainda não preenche todos os requisitos necessários. Seu superior chega até você e diz que você vai gerenciar um projeto novo e lhe dá uma equipe para liderar, você se apavora, porque não estudou sobre gestão na faculdade, tampouco sobre como liderar uma equipe. Você está insatisfeito com o seu trabalho, gostaria de mudar, mas alguma coisa ainda te prende, mesmo sabendo que você está vendo os dias da sua vida ir pelo ralo e a sua saúde ficando prejudicada (leia sobre como sair da zona de conforto). Você deseja fazer aquele MBA, mas procrastina indefinidamente…

Há ainda os casos de descontentamento profissional, tais como:

  • Procrastina repetidas vezes assuntos profissionais;
  • Não se preocupa mais com a pontualidade;
  • Quando está fora do escritório, procura prolongar sua estadia fora da empresa;
  • Os horários de trabalho parecem durar uma eternidade;
  • Você sabe que trabalha demais (e bem), e não é reconhecido;
  • Se irrita constantemente, afetando inclusive sua vida pessoal;
  • Trabalha de forma mecânica, não se preocupando com os resultados;
  • Não suporta ouvir a voz do seu chefe ou daquele colega de trabalho;
  • Não consegue tomar as rédeas da sua equipe e se sente sem autoridade e desrespeitado;
  • Já não se preocupa mais em se enturmar com os colegas, nem em festas, happy hours, etc.
  • Já não muda de salário a uma eternidade, mesmo com suas reclamações;
  • Tem dificuldades de se comunicar ou se relacionar na empresa;

Com quantos pontos você se identificou? Se você se identificou com 3 ou mais pontos, é importante considerar a busca por um coach. Assim você vai conseguir se organizar mentalmente e se preparar para trocar de emprego de maneira segura e sustentável ou até mesmo recuperar o brilho nos olhos de trabalhar na sua empresa atual.

Engana-se quem acredita que o Coaching é só para altos executivos! Cada vez mais profissionais de nível operacional (estagiários, assistentes, analistas, supervisores) estão buscando a ajuda de um coach de carreira para lhes ajudar a determinar um foco, alcançar a disciplina e desenvolver as habilidades para chegar lá.

Durante o processo, iremos utilizar ferramentas e técnicas validadas cientificamente para tirar você do ponto onde você está agora e chegar onde você deseja. Como sempre digo, trabalharemos as suas fraquezas e virtudes, reduzindo as interferência daquelas e potencializando estas. Geraremos hábitos saudáveis para encurtar o seu caminho até o seu destino.

 Como escolher um bom Coach?

Procure um coach que tenha uma boa formação em uma instituição com reconhecimento internacional. Avalie a reputação dele no mercado, se ele já atende alguém que você conhece, como são os resultados das pessoas que ele atende. Não é mandatório, mas se você optar por um coach que tenha uma experiência na sua área, isso será um diferencial, especialmente se ele tem uma vasta experiência, porque poderá também lhe ajudar lhe fornecendo mentoria fora o processo de coaching. No meu site, você encontra um minicurrículo com um link para o meu LinkedIn.

 Como eu devo fazer, então?

O primeiro passo é você ter uma primeira entrevista com o seu coach. Isso você pode fazer através da sessão experimental que eu disponibilizo para todos os meus coachees. Nesta entrevista inicial nós nos conheceremos melhor, falaremos mais profundamente sobre o processo e saberemos se é o Coaching que você precisa. Para isso, você pode entrar em contato através do formulário de contatos do meu site ou através da página do Facebook.

E o investimento?

Para ajuda-lo na reflexão se vale a pena o investimento, gostaria que você respondesse a seguinte pergunta, imaginando-se como estaria no futuro: “Se eu não investir em mim agora, na minha carreira e no meu futuro, qual será o resultado que isso vai me gerar daqui a 1 ano? Em 5? E em 10 anos?”

Depois de ter imaginado como você vai estar no futuro que propus, pergunte-se: “Essa é a vida que eu quero ter? a vida que quero para os meus familiares? Meus filhos? como eu gostaria de me sentir?”

O valor do Coaching não está no dinheiro que vai se investir, mas no resultado que isso lhe proporcionará no futuro. Quanto vale realizar um sonho? Quanto vale alcançar aquele cargo que você tanto almeja na sua empresa? Quanto vale você trabalhar naquela empresa que você gostaria? Quanto vale a sua satisfação pessoal e profissional?

Faça a sessão de alinhamento, tire suas conclusões. Você não vai se arrepender.

Grande Abraço,

Ramon Barbosa
Coach de Alta Performance
www.ramonbarbosa.com.br

Procrastinação: Elimine esse hábito da sua vida

95ovay37l3pyaw4u7fr9sf7fi

É muito comum ouvir que o povo brasileiro tem tendência a deixar tudo para a última hora. Uma pesquisa conduzida pela Triad Productive Solutions, realizada pela internet com 4.102 pessoas, em 22 estados, concluiu que a procrastinação é um hábito de 97,4% dos brasileiros.

Este é um número alarmante, principalmente quando observamos que muitas pessoas possuem objetivos em diversos campos da sua vida e, quando percebem, o tempo já passou e a frustração chega, por não ter conseguido realizar aquilo que deseja.

Segundo a pesquisa, dentre os motivos que mais fazem as pessoas procrastinarem estão, o tempo gasto na internet (redes sociais, blogs, e-mails),falta de energia para iniciar a atividade epreguiça.

PESQUISA21Percebe-se que o que mais faz a pessoa perder o foco, são hábitos inúteis, que pouco ou nada agregam ao alcance dos resultados que almejam e drenam a energia que vai colocar você um passo adiante, gerando a falta de energia. Hábitos esses que podem ser modificados com a contribuição de sessões de Coaching com um profissional capacitado. O mau hábito (vamos chamar assim) é um dos principais fatores de vocêainda estar na sua zona de conforto e não ter se movido ao encontro dos seus sonhos.

Ainda falando sobre a pesquisa, as respostas demonstraram que os objetivos mais procrastinados na vida de um indivíduo brasileiro são: realização de exercícios físicos, leitura, saúde,planejamento financeiro, mudanças pessoais

PESQUISA31Você se identificou com os pontos mencionados acima? Não se assuste, pois para tudo existe uma solução. Como já venho falando, o Coaching é um processo de transformação. Este processo tem como foco o indivíduo, identificando os pontos que precisam ser melhorados, hábitos que precisam ser eliminados, novos hábitos que precisam ser adquiridos, pontos fortes a serem potencializados e pontos fracos a serem eliminados ou reduzidos, tudo isso para contribuir que o mesmo indivíduo tenha uma vida mais plena, mais feliz, realizada e que seja agente de mudança no meio em que vive, seja ele familiar, profissional ou social.

Realizar é uma questão de escolha. Você pode permanecer como está, deixando seus sonhos na gaveta acumulando poeira, enquanto o tempo passa. Você não vai sentir o prazer da realização (pessoal ou profissional no futuro). Talvez você amargue a dor da frustração pela escolha feita. As desculpas para não realizar são das mais variadas: crise, dinheiro, tempo, e a lista é long…. Mesmo assim, ainda se trata de escolha.

Se você quer sentir o gosto da vitória, do sucesso, da realização no futuro. Ser uma referência para as demais pessoas, conseguir admiradores pelo esforço que você empreendeu para chegar lá…. ou ainda, se você quer garantir o seu futuro feliz, seguro, com um bom patrimônio financeiro para dar segurança para você e para sua família, você precisa fazer uma escolha…

Qual é a sua?

Ramon Barbosa
Life & Career Coach
www.ramonbarbosa.com.br

000webhost logo